Microcrédito Banco do Brasil

Microcrédito Banco do Brasil

BB Microcrédito Empreendedor e Microcrédito Produtivo Orientado do BB são as duas modalidades de microcrédito oferecidas pelo Banco do Brasil para suprir as necessidades financeiras de pequenos negócios

O Banco do Brasil oferece duas linhas de Microcrédito para pequenos empreendedores solucionarem as necessidades financeiras dos seus negócios.

Uma delas é o Microcrédito Produtivo Orientado (MPO), no qual libera recursos para pessoas jurídicas ou pessoas físicas que trabalham por conta própria em empreendimentos de pequeno porte, de maneira formal ou informal.

Imagem:Divulgação

Imagem:Divulgação

Nesta modalidade de crédito, uma equipe especializada do BB orienta o microempreendedor no planejamento para uso do recurso e acompanha todo o processo de desenvolvimento do negócio, durante todo o período de contrato.

É importante salientar que, este recurso serve para solucionar necessidades específicas para melhorar a capacidade produtiva do empreendimento e com isso tornar mais lucrativo o negócio, gerando consequentemente o aumento da renda do empreendedor.

A outra modalidade é o BB Microcrédito Empreendedor, na qual o crédito oferecido se destina a pessoa jurídica Empreendedor Individual (EI) ou microempresa.

Imagem:Divulgação

Imagem:Divulgação

O que é necessário para obter o BB Microcrédito Empreendedor?

-Ser correntistas do BB;
-Ter microempresa com faturamento anual bruto de no máximo R$ 120 mil;
-Usar o recurso para fins de capital de giro ou investimento;
-Indicar avalistas para garantia do pagamento da dívida.

O valor mínimo para o contrato é de R$ 100, com aplicação de juros mensal de 0,40% e sobre a operação incide a cobrança da TAC de 1%. O prazo para liquidação da dívida é de 12 meses para investimento como capital de giro e de 18 meses para investimento.

Imagem:Divulgação

Imagem:Divulgação

O BB Microcrédito Empreendedor pode ser solicitado pelo mesmo beneficiário até três vezes a cada ano, e no máximo duas vezes dentro do mesmo mês, para diferentes finalidades. O valor da dívida junto ao Sistema Financeiro Nacional (SFN) não pode ultrapassar R$ 40 mil.

Comente (será moderado)